Contraceção Hormonal e Sexualidade - Mais Contraceção - Contraceção

Pesquisa

Sections

Contraceção Hormonal e Sexualidade

Os contracetivos hormonais (pílulas, implante, anel vaginal, dipositivo intra-uterino medicado, adesivo e injecções contracetivas) são métodos muito eficazes, reversiveis e muitos deles podem ser utilizados por longa duração.

Efeitos da contraceção hormonal na sexualidade, verdade ou mito?

A sexualidade feminina é complexa e influenciada por múltiplos factores: hormonais, psicológicos, sociais e culturais. Para a maioria das mulheres a contraceção hormonal tem efeitos benéficos na sexualidade, contudo existe um pequeno grupo de mulheres em que pode ter efeitos negativos. Se o início destes efeitos na sexualidade coincidir com a utilização de um contracetivo, não hesite em discutir esse problema com o seu médico, este aconselhará a conduta mais adequada ao seu caso, que pode passar, apenas, ser uma atitude expectante, aguardando pelo estabelecimento de tolerância aos sintomas.

Efeitos Positivos

Os contracetivos hormonais reduzem o risco de gravidez indesejada e por não interferirem no acto sexual, permitem viver a sexualidade de uma forma mais gratificante. Diminuem os sintomas menstruais (dores, fluxo, síndrome pré-menstrual), existem outros beneficios relacionados com o tipo de método contracetivo e sua constituição, de que destacamos: melhoria do acne, redução dos pêlos e do risco dos cancros do ovário, utero e intestino, bem como de anemia.

Efeitos Negativos

Os contracetivos de ultra baixa dosagem de estrogénios ou só com progestativos podem estar associados a disturbios da lubrificação, bem como a alterações do padrão menstrual. As alterações na mestruação podem interferir na qualidade de vida das mulheres, devido a preocupações com a sua higiene, assim como por receios quanto ao seu estado de saúde (infecções e neoplasias) e interferência na sexualidade. Embora a contraceção hormonal leve a uma diminuição da testosterona (hormona do desejo), na maioria das mulheres os contracetivos hormonais não têm qualquer efeito na líbido.

Autoria: Drª Ana Isabel Machado
Maternidade Alfredo da Costa

Os conteúdos apresentados nesta página são da exclusiva responsabilidade do autor

NEWSLETTER
X
A recolha da informação é feita através de uma base de dados da inteira responsabilidade da Performance Sales, Lda.
Os dados submetidos não serão facultados a terceiros.